Feeds:
Posts
Comentários

Archive for dezembro \23\UTC 2009

DINGOMBEL É O CARAMBA – Pedro Amorim


Eu, deste ano em diante
Quero um Natal diferente
Mais parecido com a gente
Tropical e delirante.
Em vez de Papai Noel
Eu quero que me apareça
Uma Mula-sem-cabeça
Um Saci e uma Curupira
Todos tomando tiquira,
Cauim ou então cachaça
Fazendo grande arruaça
Pelas ruas da cidade.
Na mesa vai ter a vontade
Feijão, arroz e farinha
Peixada, bobó, canjiquinha
Maniçoba, moqueca e cozido
E também será servido
Churrasco e, de sobremesa,
Veja você que beleza:
Quindim, pudim, casadinho,
Bombocado e cajuzinho,
Olho-de-sogra e cocada
Da branca e também da queimada;
Chega a dar água na boca.
A garganta vai estar rouca
Pois em vez dessa cantiga
Que todo ano enche o saco
Vou puxar do cavaco
E cantar sambas da antiga.
Em vez de trenó e neve
Eu quero, na madrugada,
Ter a cabeça molhada
Por um sereno de leve
Quero que a minha gente
Se encontre e se reconheça
Olhando o outro de frente
Sabendo ser diferente
Fazendo o Natal que mereça.


Pedro Amorim

Anúncios

Read Full Post »

Diretor de Harmonia – Zagaia / Xangô da Mangueira  by  ratocinza

Read Full Post »

O samba pede passagem (1966)

Caros amigos,

Depois de muito tempo ausente, estou de volta. E como Hexa-Campeão Brasileiro. Saudações Rubro-Negras. Aos que, infelizmente, não puderam estar perto, a festa no Maraca foi linda, épica, emocionante, arrepiante…

Mas vamos ao que interessa. Neste disco cantam, Aracy de Almeida, Ismael Silva. Além do Grupo Mensagem e Partido Alto. Participação especial do conjunto MPB-4. Foi gravado ao vivo no Teatro Arena do Rio de Janeiro em dezembro de 1965.

Ficha técnica:

Grupo Mensagem: Sidney Miller, Paulo Thiago, Luis Carlos Sá, Marco Antônio e Sônia Ferreira

Conjunto Samba Autêntico: Edgar Barbosa, Bilú, Hélio Cabral, Sidoca, João Laurindo e Tiana

Partido Alto: Padeirinho, Jorge Zagaia, Leléu da Mangueira e Bidi

Fonte: Bolg Prato e Faca.

Detalhes à ressaltar:

Aracy de Almeida sempre foi uma das cantoras preferidas do nosso saudoso Noel Rosa, grande poeta da Vila. Então meus amigos, ouçam com atenção o depoimento dela na faixa 3 – Três Apitos. Mais um depoimento que reforça a faceta boemia do Noel. Ela descreve o dia em que conheceu o poeta e já foi levada à boemia ‘de prima’.

Outro que merece ser ressaltado é um dos fundadores da primeira Escola de Samba que se tem notícia, a Deixa Falar. Ismael Silva fez parte da malandragem poética do Rio de Janeiro da década de 1930/40, foi um dos grandes parceiros de Noel Rosa, e junto com Bide, Marçal entre outros, ajudou a autenticar o samba. Pois naquela época, o samba amaxixado de Donga e seus companheiros sofreu mudanças, principalmente na sua parte rítmica. Por fim essa mudança acabou se tornando o verdadeiro samba. Ou seja, como já disse Hermano Vianna em seu livre Mistério, do Samba: “O samba nasceu autêntico e foi autenticado”. Por isso amigos, peço que nas próximas rodas tiremos o chapéu.

“E ai vem chegando Ismael, vamos tirar o chapéu. O grande Bacharel”
____________________________________________________________________

O samba pede passagem (1966)

1 – Polêmica Wilson Batista vs Noel Rosa
Lenço no pescoço (Wilson Batista) canta MPB-4
Deixa de arrastar (Noel Rosa) canta Aracy de Almeida
Mocinho da Vila (Wilson Batista) canta MPB-4
Palpite infeliz (Noel Rosa) canta Aracy de Almeida
Frankstein da Vila (Wilson Batista) canta MPB-4
Feitiço da Vila (Noel Rosa – Vadico) canta Aracy de Almeida
2 – Pout Porri Ismael Silva
Vem Chegando Ismael (Padeirinho – Leléu – Jorge Zagaia – Bidi) cantam Os Partideiros
Eu agradeço (Ismael Silva) canta Ismael Silva
Nem é bom falar (Ismael Silva – Nilton Bastos – Francisco Alves) canta Ismael Silva
Antonico (Ismael Silva) canta MPB-4
Ao romper da aurora (Ismael Silva – Lamartine Babo – Francisco Alves) canta MPB-4
Que será de mim (Ismael Silva – Nilton Bastos – Francisco Alves) canta Ismael Silva
Adeus Adeus (Ismael Silva – Francisco Alves – Noel Rosa) canta MPB-4
Me diga teu nome (Ismael Silva) canta Ismael Silva
Para me livrar do mal (Ismael Silva – Noel Rosa) canta MPB-4
Se você jurar (Ismael Silva – Nilton Bastos – Francisco Alves) cantam Ismael Silva e MPB-4
A razão dá-se a quem tem (Ismael Silva – Noel Rosa – Francisco Alves) cantam Ismael Silva e Aracy de Aracy de Almeida
3 – Três apitos (Noel Rosa) canta Aracy de Almeida
4 – Fita amarela (Noel Rosa) canta Aracy de Almeida
Só pode ser você (Noel Rosa – Vadico) canta Aracy de Almeida
5 – Sonho de Carnaval (Chico Buarque) canta MPB-4
6 – Urubu malandro (Lourival de Carvalho “Louro” – João de Barro) interpreta: Carlos Poyares
7 – Samba do Povo (C – Castilho – A – Costa) canta MPB-4
8 – Homenagem a Velha Guarda (Sivuca) interpreta: Carlos Poyares
9 – Brincadeira de Angola (Sergio Ricardo – Francisco de Assis) canta MPB-4
10 – Arquitetura de pobre (Edgar Barbosa – Joacyr Santana) canta Conjunto Samba Autêntico
11 – Missão (Sidney Miller – Paulo Thiago) canta Grupo Mensagem
12 – De babado (Noel Rosa -João Mina) cantam Aracy de Almeida e Os Partideiros

Baixe Aqui!

Read Full Post »

Dia do samba

Companheiros, não pude postar ontem, então hoje vou contribuir com a exaltação ao dia do samba ja feita pelos amigos anteriormente. E falando de Xango ja estava com um disco aqui na fila de espera pra postar.. chegou a vez.

Olivério Ferreira – 53 anos como Diretor de Harmonia da Mangueira.

Xango da Mangueira – Velho batuqueiro – 1975.

1 – Carolina meu bem (Xangô da Mangueira)
2 – Caviar de pobre (Agenor Madureira – José Olice – Inir Santos)
3 – Piso na barra da saia (Xangô da Mangueira – Rubem Gerardi)
4 – O namoro de Maria (Xangô da Mangueira – Aniceto)
5 – O Velho Batuqueiro (Xangô da Mangueira)
6 – Brincadeira tem hora (Babaú)
7 – Ô menina (Aloísio Machado)
8 – Dança do Caxambu (Xangô da Mangueira – Jorge Zagaia)
9 – Tô bem chegado (Lúcio Martins)
10 – No tempo dos mil réis (Xangô da Mangueira – Sidney da Conceição)
11 – Pau de Ibraúna (Walter da Imperatriz – Xangô da Mangueira)
12 – Vim da Bahia (Xangô da Mangueira – Sidney da Conceição)
* Informações tiradas do site prato e faca.
http://www.pratoefaca.blogspot.com

Baixe aqui

Aproveitando ainda o post vai uma homenagem ao dia do samba.

Viva o samba.

Samba é sinônimo de alegria.
Universo pra quem gosta
Pra quem defende o verdadeiro samba
Momento de vibração, rataria.

Samba sinônimo de amizade.
Sambando fiz amigos.
Sambando fui querido.
Sambando atei fortes laços de relacionamento.

Samba sinônimo de bohemia
Cambaleando passei por vários becos
Conheci os administradores de balcão
Cada um com suas manias

Samba sinônimo de malandragem
Aprendi a ouvir, a desenrolar
Viver com cadência e atitude
Num equilíbrio que rege a vida.

Por aí tocando tambor
Ou viola de papo pro ar.
Sigo levantando a bandeira do samba
Suando de prazer em cada acorde

Samba, enfim, sinônimo de vida.
Meu mundo não por acaso,
Mas vou em busca do acaso
Sendo levado pelo rio que meu coração deixa levar

Leandro de Araujo Mattos.

Read Full Post »

Dia do Samba

Meu tempo está cruel rapaziada. Vou deixar meus parabéns pelo dia nacional do samba com um dos versos que considero um dos mais bonitos já escritos. Diretor de Harmonia de Xangô e Zagaia. Salve!

Sou eu o diretor de harmonia / apito para entrar a bateria / sou eu quem manda o mestre de sala /se apresentar / com a porta bandeira maria / se estou errado me perdoa / eu sou o samba em pessoa / você já pensou / quando a velhice chegar / e eu não puder mais sambar

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: